top of page

Vamos comemorar o dia mundial da Terra

No dia 22 de abril comemoramos o dia mundial da Terra. Com as recentes inundações e as rápidas mudanças nas temperaturas em todo o mundo, os efeitos do aquecimento do meio ambiente são cada vez mais visíveis. E por isso quero voltar às origens deste dia e partilhar cinco fatos sobre o nosso maravilhoso planeta.



O dia mundial da Terra foi inventado por um político americano (quem adivinhava…) em 1970. De acordo com EarthDay.org, o senador Gaylord Nelson, de Wisconsin, estava "preocupado com a deterioração do ambiente" nos Estados Unidos. Em Janeiro de 1969, os americanos tinham de facto assistido a devastação de um enorme derrame de petróleo em Santa Bárbara, Califórnia. Naquela época, o movimento estudantil de protesto contra a guerra também estava muito presente e o senador inspirou-se nele para criar algo semelhante para o meio ambiente.


Ele decidiu então criar uma campanha de sensibilização nas universidades e recrutou Denis Hayes, um jovem ativista, para ajuda-lo a organizar a campanha. Eles escolheram o dia 22 de abril para ter uma maior participação da parte dos estudantes porque o dia encontrava-se entre as férias de primavera e os exames finais. O evento foi rapidamente promovido a nível nacional e várias organizações juntaram-se para aumentar o impacto do evento. "O dia da Terra inspirou 20 milhões de americanos – na época, 10% da população total dos Estados Unidos – a ir para as ruas, parques e auditórios para protestar contra os impactos de 150 anos de desenvolvimento industrial", de acordo com EarthDay.org. O evento tornou-se verdadeiramente global em 1990, mobilizando 200 milhões de pessoas em 141 países, levando as questões ambientais ao centro da política mundial. Também ajudou a preparar o caminho para a Cimeira da Terra das Nações Unidas de 1992, no Rio de Janeiro.


Agora vamos homenagear o nosso planeta com alguns fatos incríveis!


  1. 70% da superfície do nosso planeta é coberta por água Os 30% restantes são o chão sobre o qual caminhamos todos os dias. Mas embora o nosso planeta seja maioritariamente coberto por água, apenas 3% é água doce, o que significa que o resto (97%) é água salgada. E dos 3%, 2% estão congelados em geleiras ou mantos de gelo, o que significa que a água encontrada nos lagos, rios e no subsolo representa apenas 1% da água doce. A água salgada vem do oceano que contém cerca de 1,35 bilhão de quilômetros cúbicos de água. E, no entanto, aproximadamente 95% do oceano ainda está inexplorado.

  2. O oceano regula o clima O oceano é necessário para a vida na Terra através do seu papel crucial na regulação do tempo e clima. À medida que o sol aquece a água, o oceano transfere calor para a atmosfera. Por sua vez, a atmosfera distribui o calor por todo o globo. Como a água absorve e perde calor mais lentamente do que as massas terrestres, o oceano ajuda a equilibrar as temperaturas globais, absorvendo calor no verão e libertando-o no inverno. Portanto, sem o oceano para ajudar a regular as temperaturas globais, o clima da Terra seria muito frio.

  3. Vivemos na camada mais fina do nosso planeta O nosso planeta é composto por quatro camadas principais: o núcleo interno, o núcleo externo, o manto e a crosta. Devido à presença de níquel e ferro no núcleo interno, a Terra possui um forte campo magnético. Este campo magnético é responsável por evitar que fortes ventos solares soprem sobre a Terra e causem danos a diversas formas de vida. A mais fina de todas as camadas é a crosta, que tem em média 30 quilômetros de profundidade. Comparativamente, a camada mais espessa, o manto, tem 2900 quilômetros de espessura.

  4. A floresta amazónica não produz a maior parte do nosso oxigénio Embora as florestas e as florestas tropicais acolhem cerca de 80% de toda a biodiversidade terrestre e desempenhem um papel crucial no ciclo do carbono, produzem apenas 40% do oxigénio da Terra. Mais de 50% do oxigênio da Terra é gerado pelo fitoplâncton nos oceanos. A poluição dos oceanos mata estes microrganismos, reduzindo a produção de oxigénio.

  5. 75% da massa da atmosfera é encontrada na primeira camada A atmosfera é dividida em cinco camadas, do chão ao céu, ou seja: a troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera. Embora a troposfera seja a camada mais pequena da nossa atmosfera (tem entre 8 e 14 quilômetros), ela contém a maior parte da massa da nossa atmosfera. O ar é mais denso nesta camada mais baixa e é composto de 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio e o último 1% é composto de argónio, vapor de água e dióxido de carbono.

  6. Fato bônus para o Canadá A força da gravidade na região da Baía de Hudson, no Canadá, é menor do que no resto do planeta. Existem várias teorias que os cientistas associam a este efeito, mas ninguém sabe exatamente por que isso acontece.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page